Ahí me voy otra vez, aquí te dejo Madrid

 Olá! =)

Este é, oficialmente, meu último e-mail. A partir de agora vocês vão acompanhar minha vida de perto e as notícias virtuais já não serão necessárias.

Ontem fui ver a bela e a fera num teatro de Madrid e fiquei simplesmente encantada. Alicia, que foi comigo, não parava de chorar. A única coisa que me incomodou é que eu sabia quase todas as músicas, mas só em português. As versões em castellano também são bonitas, mas pra mim é um pouco estranho.  

Estive buscando, nestes dias, guardar em minha memória os pedacinhos das coisas que eu tanto aprendi a amar, e elas não foram poucas. Acho que já consegui me despedir de quase tudo. Vi o pôr do sol na Plaza de Cervantes, bebi Frapuccino de Frambuesa no Starbucks, tomei sorvete na Haagen dazs que fica em Sol, olhei as vitrines super caras da Gran Vía e tive vontade de comprar tudo, vi um filme nos antigos cinemas de Callao, visitei amigos que moram há duas horas do centro de Madrid pensando na péssima idéia que isso tinha sido, subi correndo a escada do metrô, bebi cerveja e ganhei tortillas de tapas, andei de barco no Retiro, morri de frio para dois segundos depois morrer de calor, assisti programas de fofocas, respondi pra algum imbecil que não, que não sei dançar samba, ouvi “Umbrella” e “Borracho y Loco”, encontrei uma velhinha que odeia estrangeiros, encontrei uma velhinha que quer me apresentar ao neto dela, perdi horas dando risada do sotaque espanhol e senti o prazer do sol na pele (coisa que no Brasil eu tanto odeio).

Já me despedi de quase todos os amigos que fiz aqui, do meu quartinho, do meu apartamento, dos meus programas de televisão e dos meus tão queridos 10 graus. Minhas malas já estão prontas e meu estômago está em convulsão. Nunca pensei que seria tão estranho e difícil deixar pra trás essa nova vida que eu conquistei, mas também estou muito feliz de voltar pra casa. Quero rever todos vocês o mais rápido possível. É realmente uma pena que o vôo demore tanto pra chegar no Brasil.

Amanhã, às 15:30, estarei, teoricamente, em Salvador. Mal posso esperar para chegar nesse calor infernal.

Beijos para todos e até logo! 

Leave a comment »

Carnaval pra vocês, Paris pra mim

Oi, oi !!!! =D 

Como está o Carnaval?? Bombando?? As únicas notícias que eu tenho são: 1) Cláudia Leite está se despedindo do Babado Novo; 2) Tá fazendo um calor da porra em Salvador; 3) Ivete Sangalo é doida; 4) Beto Carrero morreu (isso não tem nada a ver com o Carnaval, mas eu fiquei chocada). Por falar em mortes, eu até agora não tô acreditando que Heath Legder morreu. Fiquei arrasada, juro. 

Fora o fato de que “10 coisas que eu odeio em você” nunca mais vai ser igual pra mim, eu estou muito feliz!! Cheguei de Paris ontem e estou simplesmente  encantada com a cidade. Ela merece toda a fama que tem: o apelido de cidade das luzes, os cartões postais mais famosos da europa, todos os filmes e músicas em sua homenagem…

Aproveitei minha última viagem da melhor maneira que pude. Subi no último nível da Torre Eiffel (e quase congelei, mas ninguém precisa saber disso quando olhar as fotos), passei pelo Arco do Triunfo, entrei na Notre Dame e na Madeleine, conheci o Louvre, visitei Versailles. Em resumo, fiz todos os programas de turista. Vale acrescentar que euzinha aqui ainda fiz tudo isso usando uma bota de borracha que eu fui obrigada a comprar porque choveu muito nos dois primeiros dias.

Paris estava muito fria e se eu voltei pra Madrid e senti calor, imagina o que vai acontecer comigo quando eu voltar pra Salvador. Por via das dúvidas, é melhor deixar uma ambulância perto da saída do avião (ou um pote de sorvete, quem sabe).

Para todos aqueles que perguntaram, no último post eu perguntei os sintomas de um ataque cardíaco porque eu estava muito estressada. Passei todos esses meses estudando quase nada e no último mês tive que fazer tudo que não tinha feito até então: dois trabalhos, 4 resumos, 2 provas e várias leituras atrasadas. Amanhã é minha última prova e, se tudo der certo, estarei livre para curtir Madrid em paz.

Esse sábado eu vou assistir o musical a bela e a fera aqui em Madrid. Tô precisando muito ir no teatro. A única coisa que vi desde que cheguei foi um Ballet. Me disseram que esse musical é lindo e como eu adoro a bela e a fera, não podia perder essa chance. Engraçado vai ser eles cantando em espanhol, mas depois eu conto pra vocês se foi bom mesmo.

Beijos, pessoas!!

RECADOS E RESPOSTAS:

Renatinha – Eu não perguntei os sintomas de um enfarto pra deixar vocês curiosos. O problema foi que eu coloquei o nome do post e só depois percebi que não ia ter tempo de explicar o porquê. Tô adorando as notícias de suas aventuras americanas, viu? E como foi seu encontro com Lud?

Clícia – Amiga, a partir de amanhã pode marcar um horário e eu entro no Skype, tah?

Simone – Obrigada pelas notícias, Si! Também estou triste pelo seu aniversário, mas prometo que tento ligar, certo?

Vinícius Gonçalves – Valeu por ter mandado os sintomas de um infarto, mas eu acho que se eu estivesse realmente tendo um, não teria tempo de olhar o Wikipedia. ¬¬

Sami – Vamos por partes: 1) Os suecos punks gordos fediam, eram mal educados, brigavam comigo por qualquer coisa e deixaram a janela aberta num frio de 10 graus, o que, por sinal, provocou minha febre; 2) Tenho fotos de tudo!! Você ainda vai ver, relaxe; 3) o casal usou camisinha, pelo menos; 4) eu agora tô começando a me empolgar com Harry (página 400), mas achei o começo meio chatinho (espero que os fãs de J.K. Rowling não me matem por isso); 5) Adorei seu conta-gotas, sério mesmo!!

Lud – Valeu pelas dicas sobre um infarto. Gostou de Nova York?

Marina – Esqueci de mandar um e-mail antes de ir pra Paris, mas esse também conta. Me dê sinal de vida se receber, viu? Quando vi o Moulin Rouge e a Ópera de Paris, me lembrei de você.

Thaise – Não entendi direito aquelas mensagens que você me mandou pelo orkut, mas adoraria que você estivesse no aeroporto também.  

    

Comments (1) »

Quais são os sintomas de um infarto mesmo?

Olá, queridos amigos ocultos !!!!!!!!!

Cadê vcs?? Como foram de ano-novo? E de Natal? Olha, tô começando a me retar com essa falta de notícias de vcs, viu? Se continuar assim, vou parar de mandar e-mails (a chantagem foi inspirada em Renatinha).

Meu ano-novo foi ótimo!! Fui pra Barcelona no dia 30 de dezembro e voltei pra Madrid no dia 3 de janeiro. Barcelona é uma cidade maravilhosa. Mal cheguei, já não queria ir embora. Tem praias lindas, coqueiros, prédios coloridos, museus, boates, metrô, gente simpática, comida boa… O que mais uma pessoa quer da vida?

Bom, mas nem tudo foi assim tão bonito como eu estou contanto. Como vocês sabem, Murphy, da Lei de Murphy, anda me perseguindo. Dessa vez não foi diferente. No dia 30 eu sai daqui de Alcalá cedo pra pegar meu avião, que era 11:30 da manhã. Cheguei no aeroporto esbaforida porque, pra variar, fui parar no Terminal errado. O aeroporto de Madrid tem 4 terminais e se você não pega o ônibus pro terminal certo, tem que andar muito pra chegar aonde você quer. O importante é que cheguei a tempo pra fazer o check in. Passei pelos detectores de metais e fui pra sala de espera. Lá eu descobri que meu vôo estava atrasado. Ao invés de sair 11:30, ele ia sair 12:45. O embarque ia começar às 12:00. Xinguei um pouco em português (na hora do desespero, só consigo usar o português mesmo), mas fui obrigada a me conformar. Fiquei, então, passeando pelo aeroporto. Olhei umas lojinhas, comi e fiquei lendo Harry Potter. De vez em quando eu olhava os monitores pra ver se tinha mudado alguma coisa. Isso porque no aeroporto de madrid todas as informações ficam nos monitores. Eles não usam o sistema de som. 11:40 eu fui pro embarque. Quando cheguei lá, um funcionário da companhia aérea veio correndo em minha direção:

– Você é a última passageira do vôo 2808 para Barcelona??? Você tem que correr!! Talvez ainda dê tempo de pegar o avião antes que a porta feche!!!!

Aí ele saiu correndo por aquele tubinho que liga o aeroporto e o avião e eu correndo atrás, arrastando minha mala de rodinhas, minha bolsa, meu casaco, meu cachecol e meu Harry Potter. Chegando lá, vimos que a porta já estava fechada. Eu, no auge do meu desespero, comecei a socar a porta do avião, gritando “NÃAAAOOOOO, NÃAAAAAOOOOOO”. E o pobre do funcionário me dizendo “Senhora, se controle, a porta não vai abrir”. Depois de me acalmar um pouco, falei pra ele “mas como isso aconteceu? O monitores diziam que o embarque era 12 horas”. Aí ele pediu desculpas, em nome da companhia aérea, e disse que a culpa foi deles, que o avião saiu antes do tempo e eles não atualizaram a informação. Me colocaram de graça no próximo vôo, que era 3 da tarde. Esperei até a hora do vôo, entrei no avião e respirei feliz. O avião começou a andar pela pista, foi até o final (eu já tava tão aliviada), fez a curva… e voltou pro aeroporto!!! O piloto, então, nos avisou que devido a um problema no compartimento de carga, o avião precisaria de manutenção. Ficamos meia hora na bosta da manutenção e o avião finalmente decolou. Quando já estamos lá em cima, o piloto informou que o problema não era no compartimento de carga, era na ignição!!!!! Eu podia ter morrido!!!!

Resumindo a história, eu gastei dinheiro comprando aquela merda de comida que servem no avião porque já tava roxa de fome, perdi o dia todo (cheguei em barcelona 6 da tarde) e ainda estressei Sara, que tava me esperando no albergue, lá em Barcelona, desde 2 da tarde. 

Fora isso, a viagem foi ótima!!! A virada foi na Praça da Catalunya, com vinho, champanhe e uma galera muito gente boa. Depois fomos pra uma boate na orla de Barcelona e ficamos lá até umas 7 da manhã.

Essa viagem pra Barcelona me ensinou muita coisa. Exemplos:

1) Nunca confie nas informações que te dão nos aeroportos. A verdade é que eles só querem que você se foda;

2) Ainda que você tenha um mapa, ele não te diz pra que direção da rua você tem que caminhar;

3) Suecos punks e gordos fedem e são sacanas;

4) Nunca durma com a janela aberta no inverno da Europa e não deixe suecos punks e gordos chegarem bêbados e abrirem a janela;

5) Leve antitérmico e remédio pra garganta com você, sempre;

6) Se estiver com febre no albergue, tentando dormir, se prepare emocionalmente pra um casal transando no mesmo quarto em que você está;

7) A fila pra ver a Sagrada Família é desumana;

8) Gaudí é um gênio!!!!!!

Nossa, eu acabei de perceber como os meus dramas ocupam espaço no e-mail. Acabei nem explicando o porque do título. Bom, deixa pra lá então.

Beijo, gente!!! Tô com saudade!!!!

  

Leave a comment »

Feliz Noche Vieja

Feliz Ano Novo, pessoal!!!

Eu vou passar o ano novo em Barcelona, com Renata, Sara (a menina com quem eu viajei pra Portugal) e uns amigos de Sara. Vou no domingo, dia 30, e volto no dia 3.

O Natal eu passei aqui no apartamento, com Cris e Fábio. Cris e eu fizemos arrumadinho, torta salgada de frango e bolo de chocolate. Bom, eu só ajudei, mas o que vale é a intenção, né? Passamos mais tempo cozinhando do que comendo, mas foi até bem divertido. =) Mais tarde, eu fui pra uma festa com Renata, Natália e João, que são brasileiros também, e com uns meninos espanhóis meio doidinhos. As festas, no dia de Natal, começam ainda mais tarde que o normal. Isso significa que, ao invés de começarem 1 da manhã, começam às 3. Cheguei em casa às 7 da manhã e só consegui dormir às 8.

Ah, sim!! Quase ia me esquecendo!!! Quando a ceia de natal acabou eu fui encontrar com Renata na estação de trem pra gente ir pra festa. Tava lá, sozinha, esperando Renata, quando meu celular toca. Era Clícia!!!!!!!!!! =)  Fiquei muito, muito feliz. Dois minutos depois eu ainda estava lá, sozinha, esperando no frio, quando o celular toca de novo. Era Marina!!!!!!! Fiquei outra vez muito, muito feliz. Além disso, Lud já tinha me ligado de tarde e meus pais também. Gente, obrigada por terem ligado. Eu sei o quanto é caro e saibam que significou muito pra mim, de verdade. =D 

No fim de semana passado fui pra Toledo, com Cris, Fábio e Raquel (uma amiga de Cris). Toledo é outra cidade medieval patrimônio histórico da humanidade. A cidade é linda. Cheia de ruas apertadinhas, igrejas, sinagogas, palácios… Eu fiquei com a função de guia, o que significa que a gente se perdeu mais de trocentas vezes. O pior é que Toledo fica numa colina, então subimos e descemos ladeiras o dia todo.

Cris e Fábio se mudaram do apartamento na quinta-feira. Eles vão morar em Madrid, que é mais perto do trabalho deles. Agora sou só eu, tia Sônia, tio Genilson e Loli (a tartaruga de estimação deles).

Gente, eu não fui a única a ser “deportada” da Alemanha. Olha só essa notícia que Sami me mandou: http://txt.estado.com.br/editorias/2007/12/26/ger-1.93.7.20071226.1.1.xml 

Obrigada, Sami!!!!!! Você fez com que eu me sentisse um pouco menos sozinha nesse mundo da ilegalidade em que me encontro atualmente.

¡¡¡¡¡¡Que lo pasen muy bien en la Noche Vieja!!!!!!!! Nos vemos en 2008.

Besitos!  

Leave a comment »

Os chocolates vão acabando e o natal vai se aproximando…

Feliz Navidad!!!!!!!!!!!! =)

Eu estou  muito empolgada com o natal, o que é um pouco curioso, considerando que eu nunca tive um espírito de natal muito forte. Ficava nervosa quando via todas aquelas pessoas amontadas num Shopping, comprando presentes de última hora pra gente com quem elas mal falavam durante todos os outros meses do ano. Ficava triste quando via crianças decepcionadas porque não ganharam presente de natal e, pior ainda, quando via que elas se culpavam por isso. Não é uma espécie de tradição dizer que criança malvada não recebe presente de papai noel? Esqueceram de levar em consideração as crianças pobres, aparentemente. E eu nem vou mencionar as brigas de família, as fofocas, as confusões… Bom, eu agora esqueci um pouco essa parte crítica e estou realmente curtindo o natal. Aprendi a cantar músicas de natal em inglês e em espanhol, usei gorrinho de papai noel enquanto comia uma tortinha inglesa que se come na ceia, tirei fotos na árvore gigante que está montada na Praça de Cervantes e até comprei um bonequinho de neve pra colar na porta do meu quarto. =D Além disso, Alexandra me deu um calendário de natal, que funciona assim: o calendario tem 24 casinhas e cada dia você abre uma casinha e come o chocolate que tem dentro, até que chega o natal. Alexandra, Aida e Bella, pra quem não sabe, são minhas amigas suecas.

Na fim de semana passado eu visitei Segóvia, que é uma cidade que fica a umas 3 horas de Madrid, de trem. Ela, como Alcalá, também é patrimônio da humanidade pela UNESCO. A cidade tem duas partes: a parte que está dentro da muralha e a parte que está fora. A parte que está dentro da muralha é toda protegida pela UNESCO. Ninguém pode mudar as fachadas das casas e nem mecher na estrutura dos prédios. A muralha foi construída pelos romanos, para proteger a cidade dos bárbaros, então tudo que está dentro dela forma o que era a antiga cidade medieval. Eu visitei o aqueduto, a igreja gótica e o castelo. O aqueduto é simplesmente impressionante. Eu não sei como os romanos conseguiram fazer aquilo sem usar cimento. A parte mais alta do aqueduto tem 30 metros de altura e ele se sustenta pelo encaixe das pedras, que é perfeito. No castelo eu vi algumas armaduras e armas medievais. As armaduras chegam a pesar 200 quilos. Segundo me contaram, a pessoa tinha que  se acostumar com o peso das armaduras desde que era pequena. Eu fui pra Segóvia com duas brasileiras e uma colombiana que eu encontrei meio que do nada aqui em Alcalá. Eu tava na porta do Instituto de Cervantes (Instituto que forma professores de espanhol), conversando com Renata e reclamando da vida quando Daniela me perguntou “você é brasileira?”. Nesse mesmo dia ficamos amigas e sai com ela, outra brasileira e uma colombiana que são amigas dela.

Outra coisa!!!! Eu fui no Big Brother!!!!!!! Bom, aqui se chama Gran Hermano, mas é a mesma coisa. Eu, não sei se vocês sabem, mas estou indo em programas de televisão pra ganhar um dinheirinho (e bota dinheirinho nisso porque é uma mixaria). Os ônibus dos programas pegam todo mundo aqui em Alcalá, nos levam pra emissora de TV em Madrid, vemos o programa, batemos palmas e depois nos trazem de volta. Eu já apareci na TV várias vezes, como público retardado que dá risada e bate palmas. Eu geralmente ganho 10 euros, um sanduíche, uma coca-cola e uma sobremesa. Não é muito, considerando que eu perco uma 6 horas pra ir nos programas, mas pelo menos me divirto um pouco. Conheci três meninas ótimas nos programas. Alicia, que é chilena, Petya, que é da Bulgária e Gift, que é da Nigéria. Alicia e Petya se tornaram minhas amigas, mas Gift é um pouco estranha. Aliás, se tem uma cultura que que não consigo compreender muito bem é a africana. Geralmente os comportamentos deles chocam um pouco. Eles sempre chamam a atenção em qualquer lugar, seja pelo tom de voz alto, por uma risada escandaloda, uma roupa inapropriada… São gente boa, mas, não sei, não batem muito comigo.

A Lei de Murphy me atacou de novo e eu perdi meu celular =/ Eu fui ajudar Alexandra a comprar presentes pra os pais dela, em Madrid, e perdi o celular em algum ponto do caminho. Pode ter sido no ônibus, no metrô, em alguma loja… Não sei… Só sei que já liguei pra o número várias vezes e nada. Acho que vou ter que comprar outro. Assim que comprar, passo o número.

Estou morrendo de saudade do Brasil e de vocês todos!!!!!!! Tô até ouvindo música brasileira, coisa que eu nunca fiz na vida.

Beijo!!!!!!!!!!

             

     

Leave a comment »

Alguém quer me adotar?

Oi, oi!!!! =)

Eu demorei pra escrever porque estava juntando forças para contar minha tragédia. Mas, dramas à parte, primeiro vou contar as partes boas.

Eu fui pra Itália!!! =D A viagem foi bem legal. Desembarquei no aeroporto de Veneza no dia 17 de novembro, de noite.  Logo no dia seguinte, Marco, Giovani (que é amigo dele) e eu fomos de carro para Roma. A viagem é um pouco longa (quase 6 horas), mas eu adorei a paisagem, principalmente a Toscana. Em Roma, vimos um monte de pontos turísticos: o Coliseu, a Fonte de Trevi, a Praça da Espanha, o Vaticano, o Castelo de São Ângelo, o Fori Romani… De tudo, o que eu mais gostei foi o Vaticano. É humanamente impossível não se impressionar com a grandiosidade do lugar. Dá pra sentir a aura de poder que envolve a Igreja Católica só de olhar para o Vaticano. Tudo é tão bonito que chega a oprimir. O túmulo do apóstolo Pedro é simplesmente gigantesco. Além disso, tem a Pietà, o teto, a cúpula, as estátuas, as pinturas, o piso… Até me deu vontade de ser católica.  Eu só me lembrava de tudo que eu já tinha lido sobre as atrocidades que a Igreja cometia na Idade Média. De repente, tudo fez sentido e eu entendi porque as pessoas apoiaram a Igreja por tanto tempo. O suporte da Igreja Católica naquela época era o medo e a admiração que ela exercia. É fácil acreditar em dogmas quando á alguém tão poderoso que está te dizendo que aquilo é verdade. É quase impossível encarar aquela estrutura de poder gigantesca e questionar sem ter um pé atrás. Lutero foi um homem muito corajoso, de verdade.

Roma é uma cidade que mistura o novo e o velho. O Coliseu, por exemplo, fica numa rua que tem um trânsito super movimentado. Em Roma você vê muito bem a evolução da história. Um prédio super moderno fica ao lado de uma coisa milenar. Os pontos turísticos são bonitos, mas eu achei Roma feia. As ruas são sujas, os prédios são pixados, a cidade é muito poluída, o trânsito é infernal e só existem duas linhas de metrô, sendo que só presta a que vai pro Vaticano. Algumas das ruas de Roma são tão mal encaradas que eu nunca andaria por elas se estivesse em Salvador, por exemplo.

Depois que voltamos pra cidade de Marco, fomos em Veneza. A cidade é simplesmente encantadora. Dá vontade de tirar foto de tudo. Foi a cidade mais bonita que eu já vi até hoje. Só dá pra andar a pé ou de barco porque toda a cidade é cortada por canais. São vários canais, várias pontes… Todos os prédios são antigos. Dá pra você se transportar no tempo. Enquanto Roma é uma cidade que mistura o novo e o velho, Veneza conseguiu se preservar no passado.

Eu coloquei algumas fotos no orkut, se vcs quiserem ver…

Bom, agora vem a parte trágica da história. Eu voltei da Itália no sábado de noite e viajei para a Alemanha na terça de manhã. Saí de Alcalá às 4 da manhã porque o vôo era às 6. Cheguei em Berlim às 8. Acontece que eu não pude entrar na Alemanha porque a polícia alemã entendeu que eu estava ilegal. 

Explicando… Em Salvador, me concederam um visto de um ano para estudar na Espanha. Esse visto precisa ser confirmado na políca espanhola até um mês a partir da data de entrada no país. Eu fui na polícia, mas eles só tinham vaga para essa tal confirmação em março de 2008. Me deram, então, um papel com a data marcada e me disseram que eu podia, com esse “resguardo”, fazer tudo. Acontece que eu não podia. Para viajar pela União Européia é preciso ter o visto confirmado e foi por isso que a polícia alemã me barrou.

Contando a história em detalhes, o policial virou pra mim e falou “vc tem que voltar para a Espanha no primeiro vôo, que é às 4 da tarde e o vôo custa 150 euros”. Eu perguntei se eu não podia procurar um vôo mais barato e ele disse “vc ainda deu sorte que eu tô te mandando pra madrid. O primeiro vôo é para Barcelona. Mais alguma pergunta?”. Aí eu perguntei se podia ligar pra a embaixada brasileira. Falei com a mulher da embaixada e ela me disse que a Alemanha tá implicando com os brasileiros mesmo, que tinha acontecido a mesma coisa com outros dois brasileiros no dia anterior. Ela ainda conversou com o policial, mas ele riu da cara dela e mandou ela mandar um fax pras autoridades alemãs reclamando do que ela não tinha gostado. Fui obrigada, então, a assinar um documento que dizia que eu estava ciente de que estava sendo acusado do crime de “entrar na alemanha com documentação irregular” e me nomearam uma defensora pública, pra o caso da alemanha resolver instaurar um processo contra mim. Nessa hora, o policial ainda falou “eu poderia colocar aqui que vc nunca mais poderia entrar na Alemanha, mas vou ser condescendente com vc”. Comprei a passagem e passei pelo detector de metais (tudo isso com dois policais gigantes na minha cola e todo mundo olhando). Me revistaram dos pés à cabeça e a mulher do detector me perguntou “vc fala que linguas”. Eu respondi “portugues, espanhol e ingles”. Ela, entao, falou pra o policial, em alemao, “coitadinha, tão bonita, mas vai ter que voltar pra casa”. Eu, com meu alemao ridiculo, entendi a ironia, mas n falei nada. Quando finalmente cheguei naquela salinha em que se espera o vôo, o policial falou pra mim “eu tenho seu passaporte e sua passagem. Vc não pode sair daqui. Te pego às 4 horas pra te colocar no avião”. Fiquei lá de 11 da manhã até 4 horas, sem fazer absolutamente nada. Só tinha uma burger king, dois free shops e uma banca de revistas. O resultado foi que eu cheguei em Alcalá 8:30 da noite, completamente destruida porque mal tinha dormido na noite anterior. Foi um dia simplesmente horroroso. Eu tinha que falar com o policial em ingles, em meio ao nervosismo e ao choro (eu juro que tentei, mas não conseguia parar de chorar). Além disso, perdi 150 euros e mais as passagens para Bruxelas e para Amsterdã. =/ Eu sou um caso de caridade, alguém quer me adotar??

Bom ainda tenho coisas para contar, mas deixemos para um outro post porque esse já tah muito grande…

Bjo!!!!! =)          

Comments (1) »

I am back

Oi, oi !! =)

Demorou, mas eu voltei.

Respondendo a todos aqueles que me perguntaram, estou melhor da minha doença misteriosa.  Tomei todos os antibióticos e xaropes, usei todos os sprays de garganta e tomei trocentas colheres de mel com limão (que aqui na Espanha se chama lima brasileña, por sinal, o que eu só consegui descobrir depois de muito rodar o supermercado). Minhas crises de tosse passaram, mas, no fim das contas, acho que eu nem precisava ter feito isso tudo… Descobri que a tosse provavelmente era uma reação alérgica. Minha suspeita é que tenho alergia a lã, mas pode ser ácaro tb, não sei. No meio dessa história toda, descobri tb que o sistema de saúde espanhol não é tão bom quanto eu pensava que fosse. Vejam a minha conversa com a médica:

– Considerando que você está aqui na Espanha há um mês, é bem provável que você esteja reagindo mal a alguma substância nova. Vou te receitar um antialérgico e um xarope.

– Mas como eu descubro se tenho alergia ou não?

– Você tem que marcar uma consulta com um clínico geral, que vai te encaminhar pra um especialista. É ele quem faz o teste. Mas até quando você vai ficar aqui na Espanha?

– Até fevereiro.

– Então nem sei se vale a pena você ir. As filas dos especialistas são enormes, então é provável que você só consiga esses resultados na véspera de ir embora.

=/ De qualquer forma, vou tentar marcar a consulta pra ver no que dá. É um bom experimento sociológico.

Novidades? Humm, visitei Zaragosa, que uma cidade que fica a umas 4 horas daqui. Estava acontecendo a Festa do Pilar, que é uma festa em homenagem à virgem do Pilar, santa protetora de Zaragosa. A festa dura mais ou menos uma semana e, no dia que chegamos, estava acontecendo uma procissão. Todo mundo usa roupas típicas e coloca flores na imagem da santa. Coloquei até algumas fotos no Blog (vejam no blog o link para a página “Fotos”, no canto direito da tela).

Fiz mais tours por Madrid nos finais de semana. Visitei o Museo do Prado e o Museo da Rainha Sofia, que são maravilhosos. Vi os quadros de Goya, de Velázquez e de Picasso, incluindo “Guernica”, que é enorme!! Fui no Retiro (um parque enorme de Madrid), na Plaza de Toros, na Gran Vía, no “La latina” (bairro boêmio)… 

No dia 17 viajo para a Itália. Vou passar uma semana lá, com Marco. Ainda não sei direito o que a gente vai fazer, mas acho que vamos ver Veneza e Roma. No dia 27 vou para Berlim com Renata e outras meninas brasileiras que moram em Santiago. De lá vamos para Bruxelas, para Bruges  e depois para Amsterdã. O único incoveniente da viagem vai ser perder duas semanas de aula, mas não tive muito opção. Primeiro pq Marco só tem essa semana de férias e segundo por causa do preço das passagens. Só tem um professor que faz chamada, então depois é só estudar um pouco mais e recuperar.

Comprei um notebook, então meu acesso à internet ficou muito, muito facilitado. Tenho Skype no computador, então quem quiser falar comigo de graça, basta instalar o skype e me ligar. Eu posso até pensar em ligar a webcam, se eu não estiver muito medonha… =)

Fora isso, minha vida tá começando a se normalizar por aqui. Tá se normalizando tanto que eu até já tive meus momentos depressivos de muita, muita saudade. Bom, tô indo pras aulas de Espanhol de manhã e pra faculdade de tarde. Encontrei uma academia de karatê e já tô indo. Tô aprendendo, aos poucos, a fazer uma comida comestível. Ontem eu até inventei um molho de macarrão!! =D

Bjos!!!! ^^    

P.S. Pra quem tem a minha idade mais ou menos, olhe esse vídeo que Hunter me mostrou: http://www.youtube.com/watch?v=rd4uTRKmrUU Muito, muito legal. =) 

Leave a comment »